• junho 2015
    D S T Q Q S S
    « maio   jul »
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    282930  
  • Arquivos

  • Categorias

  • Link mais acessado

  • Post mais acessado

  • Melhor avaliados

  • Estatísticas do Site

    • 1,654,350 Visitas
  • Site dedicado ao Tricolor

    Este site é dedicado aos que amam o Tricolor Paulista
  • Twitter SPFC

  • RSS Globo

    • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.
  • RSS DP

    • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.
  • Fotos Tricolores

    Mais fotos
  • Top 30

  • Onde estão os meus Leitores

  • Tópicos recentes

Metrô recebe 20 milhões do governo

O governo do Estado de São Paulo pagou mais R$ 20 milhões para o consórcio que está construindo duas das quatro estações que ainda faltam na Linha 4 – Amarela do Metrô. A obra na linha já dura 11 anos (veja no vídeo acima). O pagamento acontece após o governo ameaçar romper o contrato com o consórcio por causa de atrasos na obra.

O contrato inicial da linha era de R$ 172 milhões para a construção do Pátio Vila Sônia e das futuras estações Higienópolis-Mackenzie e Oscar Freire. Só que este número está desatualizado. O consórcio Isolux Corsan Corviam, responsável pelo trabalho, já recebeu do governo paulista quase R$ 19 milhões no ano passado, e mais R$ 20 milhões este ano. Com os aditivos, o valor inicial já subiu para R$ 212 milhões.

O Metrô disse por meio de nota que o projeto inicial precisou ser modificado e por isso os valores mudaram. Segundo o Metrô, serão necessárias obras no entorno do poço de escavação na estação Higienópolis-Mackenzie.

A linha, que deveria ter sido totalmente entregue em 2010, agora terá as estações Mackenzie-Higienópolis até junho do ano que vem e a estação Oscar Freire em setembro de 2016.

Os trens da Linha 4 – Amarela do Metrô já chegam à Vila Sônia, mas os passageiros não entendem porque a estação não está pronta. A ajudante de floricultura Priscila Moraes se mudou para o bairro em 2003, um ano antes do início da construção da linha, e está decepcionada com a demora. “A obra não termina, o comércio tudo fechando, todo mundo naquela expectativa, o Metrô vai vir, vai ter mais venda, mais pessoas, mas pelo jeito que está, é complicado”, diz.

A obra da futura estação Vila Sônia só deve ser retomada no ano que vem. Por enquanto, os operários só trabalham na construção do Pátio Vila Sônia, onde os trens fazem manobras e onde vai funcionar um terminal de ônibus.

O governador Geraldo Alckmin disse nesta segunda-feira (8) que “houve um acréscimo quantitativo de obras, não teve nenhuma mudança na licitação. Se tem mais obra exige mais investimentos. As estações Higienópolis e Oscar Freire serão entregues ano que vem”.

“A nossa posição sempre foi de rescindir. Nós temos um financiamento do BIRD. O Banco Mundial insistiu muito para que se buscasse um entendimento para a obra continuar”, completou.

O governo terá de contratar uma nova empresa para terminar as obras das estações São Paulo-Morumbi e Vila Sônia, que só devem ficar prontas em 2018.

Linha Amarela do Metrô (Foto: Arte/G1)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: