• junho 2015
    D S T Q Q S S
    « maio   jul »
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    282930  
  • Arquivos

  • Categorias

  • Link mais acessado

  • Post mais acessado

  • Melhor avaliados

  • Estatísticas do Site

    • 1,654,350 Visitas
  • Site dedicado ao Tricolor

    Este site é dedicado aos que amam o Tricolor Paulista
  • Twitter SPFC

  • RSS Globo

    • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.
  • RSS DP

    • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.
  • Fotos Tricolores

    Mais fotos
  • Top 30

  • Onde estão os meus Leitores

  • Tópicos recentes

Que reforma é essa que vem po ai?

blogdosaopaulo

Imagem: Referencial Real já que as originais, não podem ser publicadas. Porém, esta consta dos trabalhos oficiais entre os fornecedores.

Reforma do Morumbi. Duas partes distintas compõe o estudo da Andrade Gutierrez que é a empresa que toca o novo projeto do Morumbi comandado por Aidar: Uma parte é a cobertura que não sabemos se sairá agora e a segunda é a reforma do estádio que o transformaria em uma arena com toda a periferia que englobará duas torres de estacionamento (que ficariam dentro da área social) e a parte da Arena para 25 mil pessoas atrás do gol do portão principal. O hotel eu confesso não saber em que pé ficou mas creio que ficará para outra oportunidade.

A SPE que contará com a participação de um banco e das exploradoras da Arena e do Estacionamento mais a produtora de conteúdo está em formação e minutas estão sendo discutidas apesar de não serem definitivas. As garantias, seguro e exploração são os pontos mais debatidos. Para segurarem as promessas de execução, cartas de intenções são estudadas.

A cobertura do Morumbi foi cotada e planejada para ser efetuada com um sistema moderno e de rápida montagem. A estrutura seria espacial. Uma empresa com origem na Espanha e com grande expansão nos EUA e agora no Brasil deve ser a escolha se a cobertura for mesmo feita e Aidar quer muito que seja apesar de não ser prioridade.

O gramado seria elevado, matando a pista de atletismo e aproximando a torcida. Capacidade seria mantida em torno dos 70 mil. Por trás do anel térreo de hoje (que será extinto), estaria uma infinidade de explorações comerciais. A Arena abriria e fecharia de acordo com a necessidade.

O hotel, se surgir, dará acesso ao estádio, terá quartos com vista para o campo e outros sem vista, comunicação com o estacionamento e um centro de convenções que pode acabar entrando no Morumbi em caso de otimização de espaços.

Com o Morumbi fora de combate por 3 anos aproximadamente até sua liberação, Aidar sabe que mesmo com reeleição, precisa correr para inaugurar a Arena Morumbi a tempo dele mesmo ser o presidente. O que mais motiva Aidar é construir sem dever, efetuar sem ter de pagar ao contrário do modelo de Corinthians e Palmeiras, por exemplo. Aidar entende que este passo dará uma posição diferenciada ao São Paulo no futebol nacional já que pode décadas, será o único clube grande com Arena própria e sem dívidas monstruosas assombrando o clube.

Clubes como Atlético MG e Flamengo por exemplo, estão se mexendo em busca de expandir seus públicos ou montarem arenas temporárias que criem uma interação diferente com o torcedor. Isto mostra que nenhum clube está parado.  Todos estão se mexendo e está na hora de andar com o projeto Tricolor. Antes prometido para Junho por Aidar, agora há a intenção de votar tudo até Outubro, assinar em Novembro e iniciar obras em Janeiro de 2016.

Devemos começar a nos acostumar com o Pacaembu, estádio que São Paulo praticamente imploram para que aluguemos e deixemos assim garantia de não consumir os R$ 10 milhões anuais dos cofres públicos para manutenção sem qualquer uso e retorno financeiro já que nossos rivais já não o usam mais. Um retorno ao passado glorioso já que ali, o São Paulo é o time com maior número de triunfo de todos os que já atuaram ali.

Enquanto falamos de nosso estádio ou arena, como queiram, o metrô é empurrado, atrasado e protelado cada vez mais. Falta de documentos ambientais comprometem o cronograma da CPTM. http://www.metro.sp.gov.br/obras/linha-17-ouro/index.aspx

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: