• março 2015
    D S T Q Q S S
    « fev   abr »
    1234567
    891011121314
    15161718192021
    22232425262728
    293031  
  • Arquivos

  • Categorias

  • Link mais acessado

  • Post mais acessado

  • Melhor avaliados

  • Estatísticas do Site

    • 1,654,350 Visitas
  • Site dedicado ao Tricolor

    Este site é dedicado aos que amam o Tricolor Paulista
  • Twitter SPFC

  • RSS Globo

    • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.
  • RSS DP

    • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.
  • Fotos Tricolores

    Mais fotos
  • Top 30

  • Onde estão os meus Leitores

  • Tópicos recentes

Conselheiros do São Paulo aprovam contas, apesar de déficit gigante

A semana decisiva do São Paulo começou com vitória do grupo de Carlos Miguel Aidar. O presidente tricolor conseguiu aprovar as contas de 2014 em reunião tensa no Conselho Deliberativo, realizada na noite desta segunda-feira, no salão nobre do Morumbi. Detalhe: o déficit tricolor na temporada passada foi de R$ 100 milhões, pior resultado na história do clube.

Cerca de 70% dos conselheiros votaram a favor da aprovação. O grupo de Juvenal Juvêncio se fechou para reprovar o balanço e teve a companhia de outros são-paulinos que já estiveram ao lado de Aidar, irritados com a falta de esclarecimentos. “Alguns contratos, como o da Under Armour, não foram apresentados ao conselho, apesar dos nossos pedidos”, explica Newton Luiz.

Antes de a votação ser realizada, vários conselheiros tiveram a chance de opinar. Alguns se exaltaram e o presidente do órgão, Carlos Augusto de Barros e Silva, precisou intervir, pedindo decoro.

Outros dois movimentos importantes ocorreram. Primeiro, seguidores de Juvenal tentaram adiar a votação, sob a alegação de que seria imoral aprovar um balanço sem a apresentação de todos os documentos. Não vingou. Depois, um conselheiro sugeriu que todos os membros da diretoria e Aidar não votassem, seguindo um artigo do estatuto tricolor. Isso também não prosperou.

No fim, os dois lados saíram satisfeitos. A situação, por ter aprovado as contas – a recusa causaria uma série de empecilhos, entre eles, a obtenção de empréstimos bancários. Já a oposição festejou o fato de ter contado com 36 votos contrários.

Aidar e Juvenal Juvêncio, seu antigo desafeto, não se falaram, mas também não brigaram no palanque, como na última reunião. Já o time de futebol, que tem partida decisiva contra o San Lorenzo na quarta-feira, pela Taça Libertadores, sequer foi discutido. E Ataíde Gil Guerreiro, vice-presidente de futebol da pasta, deixou o Morumbi logo após o encontro sem sequer discursar.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: