• novembro 2014
    D S T Q Q S S
    « out   dez »
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    30  
  • Arquivos

  • Categorias

  • Link mais acessado

  • Post mais acessado

  • Melhor avaliados

  • Estatísticas do Site

    • 1,654,350 Visitas
  • Site dedicado ao Tricolor

    Este site é dedicado aos que amam o Tricolor Paulista
  • Twitter SPFC

  • RSS Globo

    • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.
  • RSS DP

    • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.
  • Fotos Tricolores

    Mais fotos
  • Top 30

  • Onde estão os meus Leitores

  • Tópicos recentes

Novo patrocínio ou fornecedor já adiantou dinheiro

CFA da Base Aidar falou que está “desfazendo uma máfia” que existia em Cotia. O presidente confirmou que virá um profissional para o ano que vem, logo após terminar seu contrato com o clube vigente (no caso, Júnior Chávare, que atualmente gere o Grêmio) e disse que a partir de janeiro a meta será incorporar no mínimo quatro jovens por ano no elenco principal.

Dívidas Aidar disse que se surpreendeu com as dívidas do clube, que não foram contadas a ele durante o período de campanha para a presidência. Revelou que atualmente a dívida do SPFC é de cerca de 134 milhões de reais e que tem plena convicção que irá equacionar todas elas na sua gestão.

Modelo profissional Aidar tem plenas condições de “consertar” o clube com um plano de metas já validado por todos os diretores. Por exemplo, Ataíde Gil Guerreiro (vice de futebol), tem a meta de diminuir a receita com jogadores a 26%, colocar quatro jogadores da base e gerar mais receitas com o futebol. O SPFC terá um CEO para janeiro de 2015. O instituto Áquila está empenhado em sugerir nomes para o clube. Segundo Aidar, o SPFC terá o modelo mais moderno de gestão de futebol entre clubes do mundo.

Contrato assinado Aidar revelou que o clube já possui um contrato assinado para o ano que vem, com dinheiro já adiantado para o clube. Não disse se é um patrocínio ou se é um novo fornecedor de clube. Desconfio fortemente que seja um novo fornecedor.

Vida pós-MITO Aidar confirmou que Denis terá sua chance de se firmar como goleiro titular no ano que vem.

Reformas no Morumbi Aidar disse que elas acontecerão e custarão cerca de 640 milhões, incluindo cobertura, arena multiuso, estacionamento, hotel e até elevaçnao do campo para aproximação das cadeiras ao campo. O presidente disse que, se viabilizar as assinaturas e o contrato, completaria a reforma em um ano e que o clube jogaria no Pacaembu ou Barueri.

Sonho e Realidade Aidar disse que tem um sonho de criar a liga sul-americana, com os principais clube

———————————————————————-

Quem é fanático por esportes certamente já percebeu: a Under Armour, uma das marcas mais valiosas do mundo esportivo, começou a vender seus produtos no Brasil. Apesar de ainda ser início de operação, a empresa americana tem uma grande pretensão: ser uma das três principais marcas de produtos esportivos no país.

Fundada em 1996 e presente fundamentalmente no baseball (MLB), futebol americano (NFL) e celebridades esportivas (Tom Brady, Michael Phelps, Georges Saint-Pierre e Chris McCormack entre outros), a UA por enquanto fixou território nacional com produtos para corrida e treinamentos, mas sabe que para expandir no país da bola redonda, precisará do futebol para conversar de verdade com o público brasileiro.

Aí que pode entrar o São Paulo Futebol Clube. O clube é considerado pelo mercado brasileiro como uma das melhores “portas de entrada” para os americanos ativarem sua marca no Brasil. Cases de sucesso como a fixação da LG Eletronics e Reebok são considerados por todos os profissionais de marketing do país como sucesso de ativação. Além disso, o São Paulo possui o DNA que a UA procura no país: um clube premium, que trabalha o conceito de força, poder e performance.

Vale também falar da “frágil” parceria vivida entre Penalty e o Tricolor nos últimos meses. Apesar de tudo estar quite entre as duas partes, é claro para o mercado que o São Paulo é o clube mais adequado para o potencial investimento da Under Armour: é atualmente o clube com maior patrimônio entre os brasileiros, o mais vencedor e o detentor da terceira maior torcida do país. Além disso, com o São paulo a UA estaria lado a lado das rivais Nike (Corinthians) e Adidas (Palmeiras). No último caso, muro com muro. Em outras palavras, se quiser realmente concorrer com as marcas mais poderosas de produtos esportivos no Brasil, a Under Armour teria que se aliar a um gigante do futebol.

Por isso, apesar de não haver nenhuma declaração do São Paulo ou da Penalty no sentido de desfazer antecipadamente a parceria criada em 2013, para mim não seria nenhuma surpresa se a Under Armour investisse pesado no São Paulo para o ano que vem. Não é informação, mas sim dedução a partir do movimento que existe no mercado. A empresa americana, que já tem o Tottenham (ING), Colo-Colo (CHI), Toluca e Cruz Azul (MEX) poderia estar perto de seu primeiro clube brasileiro em 2015. Será?

——————————————

Em um tempo não muito distante, nosso clube era conhecido por ser revolucionário e levar qualidade a seus torcedores, que sempre compram produtos oficiais e principalmente tem orgulho de uma camisa que sempre teve como lema de ser patrocinado por grandes empresas com produtos de qualidade, mas isso não irá mais acontecer, pois está sendo ventilado nos corredores do Morumbi que a chinesa Chery Car quer ser a patrocinará máster do clube.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: