WI-FI grátis

O São Paulo vai prover internet Wi-Fi gratuita no Morumbi. O projeto acaba de ser concluído pela diretoria de comunicação do clube, encabeçada por Douglas Schwartzmann, e será apresentado oficialmente na semana que vem. O investimento para equipar o estádio será de quase R$ 10 milhões – valor a ser bancado integralmente por parceiros.

Participam do projeto duas empresas: Linktel e HP. A primeira vai pagar a conta e cuidará da instalação do sistema e da operação. É ela que vai administrar a página que são-paulinos terão de se cadastrar para ter acesso. A segunda não põe dinheiro, mas fornece parte dos equipamentos para fazer a internet funcionar, como antenas e softwares. Em troca, terá a marca exposta em vários locais dentro do Morumbi. Ainda há uma terceira empresa, GTP Tecnologia, que ajudou a conceber o negócio com o São Paulo, mas que terá uma participação menor daqui para frente, a de auditar o sistema.

A expectativa é que o Wi-Fi consiga atender cerca de 30 mil torcedores. Esta é, hoje, a média de público do Morumbi no Campeonato Brasileiro. Ainda que a capacidade do estádio seja hoje de 67 mil pessoas, é improvável que todas elas se cadastrem e usem o sistema ao mesmo tempo, portanto o clube acredita ter internet suficiente para todo mundo.

A operadora que irá prestar o serviço será decidida pela Linktel, e não há nenhuma imposição contratual para que a TIM, patrocinadora do clube, assuma esta responsabilidade.

A rede estará livre para áreas interna e externa do estádio e para dependências sociais do São Paulo. O sistema também melhora o sinal de telefonia móvel na região, portanto mesmo quem não acessar o Wi-Fi deverá sentir alguma melhoria, pois o sinal será desobstruído.

Ainda há a expectativa de gerar receita. O acesso do torcedor não é cobrado, mas a Linktel possui dezenas de parceiros no mundo inteiro que podem entrar no projeto. Este dinheiro será dividido pelo São Paulo, mesmo sem o clube ter investido nenhum centavo, e pela Linktel. A parceira são-paulina também presta serviço similar em outros estádios, como Arena da Baixada, Arena da Amazônia e Castelão, todos eles utilizados na Copa do Mundo de 2014.

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s