São Paulo homenageará ídolos com nomes de setores no Morumbi

São Paulo homenageará ídolos com nomes de setores no Morumbi

O São Paulo deu um passo importante para modificar a identificação de alguns setores do seu estádio, o Morumbi. Os diretores aprovaram um estudo para a mudança definitiva de identificação visual do Cícero Pompeu de Toledo. A informação foi passada em primeira mão no Twitter pelo jornalista Luis Guidi e foi confirmada pelo UOL.

 

O estudo tem como uma de suas metas substituir os nomes das arquibancadas azul, vermelha, amarela e laranja pelos nomes ou apelidos de ídolos do clube. O processo passará por escolhas técnicas e emotivas da Coletividade Tricolor e também por negociações de autorização de uso de imagem com os ídolos escolhidos.

 

Não é uma alteração estrutural significativa porém é um passo importante para homenagear quem de fato fez história dentro de campo. Nomes como Rogério Ceni, Zetti, Raí, Leônidas estão na pauta, entre outros ídolos. Não faz sentido mais os setores populares terem os nomes das cores antigas das arquibancadas. Além disso, é um pedido de muitos torcedores.

 

Porém, existe um processo. Telê Santana, por exemplo, virou nome da avenida que cerca o estádio após muito estudo, negociação e requerimentos junto a entidades públicas. O pedido ainda deve passar por aprovação do Conselho Deliberativo do clube. Fique de olho no blog que teremos mais surpresas em relação a melhorias no estádio do Morumbi.

Fonte: São Paulo Sempre

Anúncios

Akzo Nobel reformará cadeiras do Morumbi

Juvenal Juvêncio cadeira Morumbi (Foto: Site oficial do São Paulo)
Juvenal colocando a última cadeira vermelha no Morumbi em 2013. (Foto: saopaulofc.net)
O São Paulo através de um de seus conselheiros, conseguiu patrocinador para a pintura das cadeiras da Arquibancada do Morumbi, a empresa que prestará serviço chama-se Akzo Nobel, eles farão manutenção nas cadeiras que foram colocadas em 2013 pelo Juvenal Juvêncio, na época #VermelhoCordaRaça
Muito boa a ação do Conselheiro Homero Belintane! Há algum tempo o Morumbi vinha precisando de um novo visual, pois com sol e chuva as cadeiras das Arquibancadas se desgastaram e ficaram desbotadas.

Vereador tenta evitar que São Paulo perca o CT em 2022

O vereador Eduardo Tuma (PSDB) apresentou na Câmara Municipal de São Paulo um projeto de lei para prorrogar por mais 50 anos a concessão do terreno onde fica o CT da Barra Funda ao São Paulo. A concessão atual termina em 2022, e se não for prorrogada, deixaria o clube sem centro de treinamento e com grandes prejuízos daqui a cinco anos.

Holy Burguer vai abrir filial no Estádio do Morumbi

A hamburgueria Holy Burguer acaba de anunciar duas novidades. A primeira é que os pães passaram a ser feitos na casa – a produção começou há um mês e já inclui as quatro variedades usadas nos hambúrgueres: integral, brioche, preto e o pão de cebola, usado no Pony Line, o sanduíche da foto, que leva carne dry-aged, cheddar inglês e melaço de bacon.

A outra novidade é a inauguração de uma filial em outubro. A nova casa será instalada no Estádio do Morumbi, onde já funcionam o japonês Koji e o árabe Amani. Serão 60 lugares (20 a mais que a matriz, no Centro) e o mesmo cardápio – além de opções de milk shake. Nos dias de jogo, a política de bebidas da casa segue as regras da CBF: lei seca duas horas antes e durante a partida.

O hambúrguer pony line, com carne dry aged, cheddar inglês e melaço de bacon no pão de cebola Foto: Codo Meletti|Estadão

Novos telões

Instagram

São Paulo descartou reformar o Morumbi (Foto: Luis Moura/WPP/Estadão Conteúdo)

A diretoria do São Paulo tem a sua disposição dois orçamentos para a instalação de dois telões gigantes no Morumbi. O departamento de marketing do Tricolor decidiu que o estádio precisa de uma tecnologia deste tipo, já existente nas casas de Corinthians e Palmeiras.

No momento, a fase é de negociação entre o Tricolor e as empresas que forneceram o orçamento. Quem oferecer o melhor preço e condição de pagamento deve ser o responsável por instalar os telões no Morumbi.

 

O São Paulo espera concluir a negociação e ter os telões instalados no estádio até, no máximo, o final desta temporada.

Dentro do São Paulo chegou-se a discutir uma reforma completa do Morumbi. Até foi cogitada a demolição do estádio para a construção de um completamente novo, mas o plano foi descartado. O presidente Leco também levou em consideração a ideia de uma reforma mais ampla, no entanto, a crise econômica do país e a situação nebulosa de muitas empreiteiras fizeram com que o mandatário descartasse a hipótese.

Com Dario Rodrigues

%d blogueiros gostam disto: